Somos Líderes é lançado na Paraíba

Somos Líderes é lançado na Paraíba

“Investir em jovens que acreditem no coop, formar sucessores e deixar um legado do cooperativismo para formação de lideranças para a sociedade”. É assim que a gerente de Desenvolvimento Humano em Cooperativas do Sistema OCB, Geâne Ferreira, resume a proposta do programa Somos Líderes, lançado ontem (19) para as cooperativas paraibanas.

Realizado por meio de plataforma online, o evento reuniu mais de 40 participantes e foi aberto pelo presidente do Sistema OCB/PB, André Pacelli. Ele comentou o trabalho que vem sendo desenvolvido pela unidade nacional na área de capacitação e falou sobre a importância das cooperativas mobilizarem seus cooperados e colaboradores a participarem do Somos Líderes.

“O Sescoop faz um trabalho brilhante para capacitar e formar cooperados e colaboradores de cooperativas, através de ferramentas como o Capacitacoop e o Inovacoop, por exemplo. É importante que os jovens das nossas cooperativas possam se inscrever e participar também deste programa, que vai formar as lideranças do cooperativismo no futuro”, afirmou.

A analista de Promoção Social da unidade nacional do Sescoop, Gleice Morais, também conclamou as cooperativas a participarem para que a Paraíba tenha representatividade no Somos Líderes. “A gente quer muito ver jovens paraibanos participando esse ano. A representatividade é muito importante. Esse programa é uma vitrine e a gente quer muito ver a Paraíba representada nesta vitrine”, disse.

Formação de novos líderes

A apresentação do Programa foi realizada pela gerente de Desenvolvimento Humano em Cooperativas do Sistema OCB, Geâne Ferreira. Ele falou dos objetivos do programa, dos pré-requisitos para a realização das inscrições, do processo de avaliação e das etapas da formação.

O Programa Somos Líderes vai selecionar 70 jovens para participarem de uma série de atividades de desenvolvimento e formação de lideranças. O objetivo é que, ao final do curso, previsto para outubro, esses jovens sejam responsáveis por levar o modelo cooperativista ainda mais longe, seja no contexto das organizações cooperativas ou até mesmo nas esferas políticas, econômicas e sociais.

Para participar, o jovem precisa ter concluído graduação em qualquer área ou estar no último período, e possuir vínculo com uma cooperativa há pelo menos um ano (como funcionário ou cooperado). A cooperativa a qual o jovem está ligado precisa estar regular e adimplente com o Sistema OCB. Os selecionados participarão de debates virtuais sobre temas atuais, que tenham relação com os princípios e fundamentos do cooperativismo e, também, com a inovação no setor.

 

Liderança no mundo pós-pandêmico

Além da apresentação do programa, o evento contou com uma palestra sobre o tema “Liderança e resultados: uma questão de escolhas”, ministrada pelo consultor e palestrante Gonçalo Pontes.  O palestrante propôs uma reflexão sobre o papel fundamental exercido pelas lideranças no cooperativismo e na sociedade no mundo pós-pandemia.

“A pandemia nos mostra lições incríveis diante do tudo que vivemos antes, estamos vivendo e vamos viver depois. A liderança, neste instante, pressupõe talvez uma das únicas ferramentas que podem fazer com que o nosso país e o mundo alavanquem novamente o seu potencial de crescimento econômico e, consequentemente, a melhoria da qualidade de vida da população. Quanto mais um país, um estado, uma cooperativa cresce, melhor é para a sociedade”, ressaltou.